foto_24_1

Você, assim como eu, deve escutar no meio pessoal e profissional dizerem que “em meados de outubro para novembro o ano já acabou”. Mais ainda, ouvir do outro que ele só fará algo novo no ano que vem.

Do mesmo modo, é bastante comum ouvir até o Carnaval que “o ano ainda não começou”, que só começa depois que os pierrôs e as colombinas passarem, depois que as escolas desfilarem e as fantasias voltarem para a gaveta, esperando o próximo fevereiro.

Pois bem! Eu digo que o meu ano ainda não acabou. Pelo contrário, tenho um tantão de coisas por realizar ainda em 2018. São 52 dias, sendo 31 “úteis”.

Eu digo que o meu ano ainda não acabou. Pelo contrário, tenho um tantão de coisas por realizar ainda em 2018

Liv Mühlbauer Verge

Agora, enquanto faço uma pausa para escrever esse artigo, por exemplo, tenho planejamentos e propostas bem importantes para dar continuidade, concluir e apresentar. São clientes iniciando novos negócios, eventos de grande porte, planos para fechar o ano com chave de ouro e iniciar muito bem em 2019.

Enquanto alguns já colocaram o pé no freio, tem gente interessada planejando, realizando, contratando e fechando negócios. 


De que lado você está?

2018 foi um ano em que o Brasil esteve em pauta nos bate papos, nas rodas de conversa, nas discussões dos grupos e redes sociais, de forma mais ou menos acalorada. Mas esse não é o ponto desse artigo. O ponto é: para que as coisas mudem, precisa mudar a mentalidade, ou o mindset, como preferir!

Precisamos começar com cada um de nós pensando, por exemplo, o que ainda dá para fazer nesses quase dois meses de ano? E no último mês? E na última semana? E antes do Carnaval?

O Carnaval em 2019 é só no início de março. Você vai mesmo “deixar rolar” um bimestre inteirinho até fazer algo pelo seu ano pessoal ou profissional? Se somar tudo, desde agora até lá, são quase 4 meses, um terço de ano. Eu me recuso a levá-lo em banho-maria. E você que está lendo, convido-o a refletir e fazer o mesmo. #BoraRealizar?

Nos vemos no Carnaval, que eu também adoro! Mas até lá, com muito trabalho e histórias para contar desses dias que alguns insistem em não valorizar.

Liv Mühlbauer, é sócia da Verge Parceria Estratégica. Graduada em Comunicação Social - Ênfase em Publicidade e Propaganda, pós graduada em Marketing pela Unimarco e MBA em Gestão de Pessoas pela FGV.