Vida estressante e problemas do dia a dia podem ser atenuados com a prática desse método milenar

viver_bem_unimed_meditacao

O ideal para uma boa meditação é estar sentado com a coluna ereta e com as pernas cruzadas

Divulgação

“Meditar é estar no presente, não no passado e nem no futuro. Meditar é estar no ‘aqui’ e no ‘agora’, pois quando meditamos estamos totalmente concentrados no momento atual”. Esta é a definição do psicanalista e professor de Yoga, Emanoel dos Santos, para uma das práticas mais comentadas da atualidade.

Os problemas do trabalho e do trânsito, o cotidiano cada vez mais estressante das grandes e até das pequenas cidades, têm feito com que as pessoas busquem formas de relaxar e diminuir a ansiedade. A meditação é um dos antídotos para o corre-corre do dia a dia.

“A meditação é um método milenar de conexão com a essência do ser humano e os seus benefícios são comparados a uma reconfiguração de computador, por exemplo, quando os programas antigos são resetados, seus lixos são excluídos e uma nova ‘vida’ se faz. Com a meditação, nos tornamos pessoas mais saudáveis, a mente se aquieta e conseguimos viver plenamente o momento”, afirma.

Entre os benefícios da meditação estão:

- Aumento da imunidade;

- Equilíbrio emocional;

- Aumento da fertilidade;

- Alívio de síndromes;

- Diminuição da pressão arterial;

- Ação anti-inflamatória;

- Calmante;

- Melhoria dos sintomas da fibromialgia.

banner_unimed

Adquira já seu plano:clique aqui

Publicidade

Muitas pesquisas comprovam os benefícios físicos, mentais e emocionais dessa prática. A Organização Mundial da Saúde (OMS), inclusive, reconhece a meditação como um grande método para a prevenção de doenças.

E, para quem ficou interessado em começar a prática da meditação, Emanoel dos Santos listou algumas dicas importantes:

- Comece a meditar logo ao acordar, momento em que a mente esta tranquila;

- Medite de olhos fechados (ou abertos, de acordo com a preferência);

- Se praticar de olhos abertos, concentre-se na ponta do nariz;

- Inicie com um tempo curto, de 5 a 10 minutos;

- Reserve um cantinho para a meditação, pois quanto mais privacidade melhor;

- Evite dispersão;                  

- Pratique todos os dias, de preferência sempre no mesmo horário;

O ideal para uma boa meditação é estar sentado com a coluna ereta e com as pernas cruzadas, na chamada “posição de lótus”. Mas a prática também pode ser feita com a pessoa sentada em uma cadeira ou, até mesmo, em pé. “O principal é deixar a coluna ereta”, reforça Emanoel.

Outra dica é que a pessoa se concentre em algo. Pode ser na respiração, em uma palavra, em um mantra ou mesmo em um símbolo. “Com pensamentos claros, mais produtivos, calmos, alegres e felizes, eliminamos a ansiedade e, até mesmo, a depressão. Com a meditação, nos tornamos naturalmente pessoas bem sucedidas”, finaliza.

www.unimedsjc.coop.br