walquiria

Walquiria foi enterrada sob comoção de amigos e familiares

Reprodução

Foi enterrada neste domingo (1), a inspetora de qualidade Walquiria Barros, de 29 anos, vítima do acidente com uma lancha em Angra dos Reis, na sexta-feira (30).

O enterro aconteceu por volta das 11h, no cemitério de Eugênio de Melo, onde o corpo era velado desde a madrugada deste domingo, quando o corpo chegou à cidade.

Walquiria integrava um numeroso grupo de joseenses que ia para a cidade do litoral fluminense todos os anos durante o feriado. Ela nadava na Lagoa Azul, junto com outras pessoas, quando uma lancha acelerou para cima dos banhistas.

Além de Walquiria, Alexandre da Silva Leite, de 43 anos, também morreu no acidente. O atropelamento ainda feriu duas mulheres, Camila Précoma e Natasha Oliveira, que sofreram fratura exposta e passam por cirurgia.

angra

Condutor afirmou ter perdido controle do veículo

Divulgação

Amigo da vítima, Lucas Francisco Ramos organizava a excursão anual. Abalado com o acidente, ele afirmou que, durante o velório e o enterro de Walquiria, a mãe da vítima foi quem consolou amigos e familiares.

“Ela estava mais forte do que qualquer um ali. A Walquiria era uma pessoa super animada, nos conhecemos há quatro anos, quando ela viajou com a gente, indicada por uma amiga em comum”, diz.

“Ali é um lugar para quem está de escuna, para banhistas nadarem, não para lanchas. O que houve foi um absurdo, que precisa ser investigado”, comenta.De acordo com Ramos, que também estava no mar na hora do acidente, a área era reservada para banhistas.

O piloto da lancha afirmou à polícia que o veículo estava desgovernado. Ele foi ouvido, pagou fiança e foi liberado. A Polícia Civil de Angra dos Reis segue a investigação.