A Vigilância Epidemiológica de Taubaté confirmou, na tarde desta quarta-feira (10), mais duas mortes causadas por Influenza (H1N1) em 2019. As vítimas são uma idosa de 75 anos e um homem de 44.
Até o dia 27 de junho, a cidade havia registrado dois óbitos por influenza. Uma menina de um ano que faleceu em março e um recém-nascido morto no dia 22 de maio.


A idosa de 75 anos morreu no dia 4 de junho e o homem faleceu no dia 15 e a confirmação aconteceu após exames realizados pelo Instituto Adolfo Lutz, que deram positivo para H1N1 nos dois casos de óbitos.
Além das quatro vítimas fatais, a cidade possui ainda outros 32 casos confirmados da doença, sendo 27 casos de H1N1, quatro de Influenza B e um registro do vírus H3N2.

De acordo com a prefeitura, no mesmo período de 2018, Taubaté tinha nove mortes (oito por influenza A não subtipado e uma causada por H1N1) e 53 casos de influenza confirmados, a maioria do vírus H3N2 (40 casos).
Ainda existem cinco mortes suspeitas que estão em investigação. Outras nove mortes tiveram a Influenza descartada.

Vacinação

Em nota, a prefeitura informou que, neste ano, foram aplicadas 100.769 doses da vacina contra influenza representando uma cobertura de 100,41% em relação aos grupos prioritários.