Salão de Beleza lavar cabelo reprodução

Salões de beleza declaram que já se adequaram as irregularidades apontadas

Divulgação

A Fundação Procon-SP e a Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo realizaram a Operação Vênus nos dia 8 e 9 de março, flagrando irregularidades em cinco salões de beleza de São José dos Campos. Além de 110 estabelecimentos (entre salões e clínicas de estética) que apresentaram problemas em todo o Estado.

A fiscalização foi realizada pelas equipes da capital e dos núcleos regionais, que visitaram diferentes unidades nas cidades de Bauru, Botucatu, Campinas, Catanduva, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Vicente, Sorocaba e São Paulo.

Os estabelecimentos irregulares da região estão sediados na zona oeste de São José, e todos apresentaram problemas com o prazo de validade - inadequação da informação do prazo de validade e produtos com prazo de validade vencido-. Apenas um salão também teve o acréscimo de inadequação da informação de gluten/tabela nutricional.

As empresas foram identificadas pelo Procon como: ‘Jacques Janine’ do Jardim Aquarius; ‘Matsunos Cabelereiro Conceito’ na Vila Ema; ‘Corte & Estilo’ no Jardim Aquarius; ‘Mix Cabeleireiros’ no Jardim das Colinas; e ‘D’Lutti Studio' no Jardim Aquarius. Veja a lista completa das empresas e irregularidades encontradas.

Outro lado

As empresas citadas foram procuradas pela reportagem do portal Meon, mas até a publicação dessa reportagem o 'Matsuno' e o 'Corte & e Estilo' não haviam sido encontrados.

A gerência do 'Jacque Janine' confirmou que houve a irregularidade, mas que foi adequada no momento em que a fiscalização ainda estava no estabelecimento. "Nós tiramos o que eles ordenaram, que estaria incorretor, e o que foi apontado como normal foi permanecido. O profissional que utilizava o produto qeu não deve ter se atentado a data, mas esse produto foi descartado no mesmo instante, normalizando o atendimento", declarou Guilherme Delavari Dias, gerente do salão.

A equipe 'D'Lutti' também declarou que havia cometido o erro, mas com um produto que estava guardado no estoque, sem alcance ou acesso pelos clientes. "Foram achadas algumas colorações achadas no estoque vencidas. Um material que não sabíamos que tinha no salão e que não havia sido usado por nenhum profissional. Além disso, foi pedido a adequação do rótulo de bolos vendidos no salão com a informação nutricional. Ambas as irregularidades foram adequadas no mesmo dia", destacou a direção do estabelecimento.

O salão 'Mix Cabeleireiros' foi contatado, mas os funcionários que nos atenderam foram orientados a não tratar sobre o assunto.