Mochila de menino autista é encontrada, mas sem medicamentos.

Remédio custa R$ 1.870 e foi comprado através de uma vaquinha online

Arquivo Pessoal 

Cynthia Ribeiro, moradora de São José dos Campos, mobilizava a Internet desde a manhã desta terça-feira (21) em busca de uma mochila, que continha medicamentos de alto custo de seu filho autista. Na tarde desta terça, a mochila foi encontrada, mas sem os remédios.

O vídeo no Facebook teve cerca de 1.700 compartilhamentos, 170 comentários e 211 comentários. 

Na segunda-feira (20), a família trafegou tanto no transporte público, quanto no particular.  

Segundo Cynthia, a avó de Rafael acreditava que tinha esquecido a mochila dentro do ônibus, saindo do neurologista, mas recebeu a ligação de uma motorista de aplicativo, alegando que estava com o objeto.

A motorista levou a mochila até a casa da mãe de Cynthia, mas ao conferirem, a mochila estava sem os remédios e sem o celular da criança. A mulher afirmou que mais três passageiros andaram em seu veículo, mas que nenhum deles a avisou sobre a mochila. O filho dela teria encontrado o objeto e a avisou.

Além de autismo, o menino possui má formação cerebral e sofre com crises de epilepsia. O remédio, que custa R$ 1.870, é a base de canabidiol e foi comprado com a ajuda de doações, através de uma “vaquinha” na internet, conta Cynthia.

Segundo ela, Rafael toma o remédio todos os dias, e pode ficar nervoso ou ter crises, na ausência do mecidamento.