coi_taubate_divulgacao_1

COI de Lorena deve seguir os mesmos moldes que já existem em outras cidades da RMVale

Divulgação/Prefeitura Municipal de Taubaté

A Prefeitura de Lorena abriu na última semana uma licitação para contratação de uma empresa que vai instalar câmeras de monitoramento para a implementação do COI (Centro de Operações Integradas) na cidade.
AO todo, o edital prevê a instalação de 25 câmeras móveis e outras quatro nos principais acessos do município. A estimativa do governo é que os equipamentos custem aproximadamente R$ 3,3 milhões.


O pregão presencial está marcado para acontecer na próxima quinta-feira (5), às 9h30, no Paço Municipal. Além das câmeras, o projeto também prevê a construção de uma sala de cerca de 60 m² na sede da secretaria de Segurança Pública. A expectativa é que todo o projeto seja entregue em abril de 2020.

Entre os locais que receberão o sistema de monitoramento estão: os bairros Cecap Alta e Baixa, Novo Horizonte, Vila Passos, Bairro da Cruz, Vila Nunes, a avenida Dr. Peixoto de Castro, a avenida São José próximo ao CIEJAP Milton Ballerini e a passagem de nível na rua Dr. Rodrigues de Azevedo.

De acordo com Carlos Lescura, secretário de Segurança de Lorena, esses locais foram definidos após um levantamento feito pela prefeitura. "Esse estudo foi feito juntamente com a Polícia Militar. Verificamos quais são os locais com mais casos de ocorrências e onde também tem o trânsito mais intenso", explicou.

Câmeras
Os equipamentos que vão integrar o COI serão incorporados a outras câmeras que já existem na cidade e foram instaladas em julho. Na ocasião, a prefeitura investiu R$ 20 mil na instalação de nove câmeras de monitoramento no centro de Lorena.
"Acabou sendo um teste que fizemos no centro da cidade e deu certo.O prefeito gostou e agora vamos fazer um trabalho em que essas câmeras já instaladas serão agregadas ao COI para dar mais força ao trabalho", disse Lescura.

O secretário também revelou ao Meon que a prefeitura estuda abrir um concurso para a contratação de Guardas Civis Municipais que devem trabalhar na operação do novo COI na cidade. Atualmente, a GCM de Lorena conta com 20 agentes. "Estamos em tratativa com o prefeito para abrir esse concurso, que não vai ser apenas para a guarda, mas terá para outros cargos também. A indeia é dobrar o efetivo, mas tudo tem que ser analisado, principalmente se existe algum impeditivo orçamentário", afirmou o secretário de Segurança.

Números
Segundo dados da SSP (Secretaria de Segurança Pública) divulgados na última sexta-feira (29), alguns índices de violência tiveram queda de janeiro a outubro deste ano se comparado ao mesmo período do ano passado.

O número de vítimas de mortes violentas, somados casos de homicídios e latrocínios, caiu 37,5%. Em 2018, até outubro, foram 15 vítimas contra 24 em 2018. Os casos de roubo tiveram queda de 36,5% e de roubo de veículos de 52%.