atropelamento_estrada_velha_sao_jose_reproducao_youtube

O atropelamento aconteceu em 2017 e o jovem não parou para prestar socorro

Reprodução/Youtube

Nesta quarta-feira (17), a Justiça escutará pela primeira vez o jovem, de 20 anos, acusado de matar quatro pessoas atropeladas na região sul de São José dos Campos. Mateus de Jesus Souza será ouvido pela Vara do Júri de São José. O depoimento está previsto para ter início às 15h por vídeo conferência.

O atropelamento aconteceu na noite do dia 7 de setembro de 2017. Um grupo de pessoas socorria um motociclista que havia caído na Rodovia Geraldo Scavone que liga São José a Jacareí, mais conhecida como estrada velha, quando um veículo Fiat Toro em alta velocidade atropelou e matou quatro pessoas. O jovem não parou para prestar socorro.

Eu seu primeiro depoimento à polícia, Mateus alegou que não havia como enxergar as vítimas e que só não parou o carro com medo de retaliação das pessoas que estavam no local. Quatro dias depois, ele se apresentou à polícia, mas foi solto por não ter sido preso em flagrante.

Em fevereiro de 2019 ele se entregou à polícia na Delegacia Especializada em Atendimento ao Turista. O mandato de prisão já havia sido expedido há cerca de um ano, mas o jovem ainda não havia se entregado.