aplicacao_de_inseticida_contra_infestacao_borrachudo_em_ilhabela_fevereiro_2018_divulgacao

Aplicação de inseticida contra infestação borrachudo em Ilhabela 

Divulgação/PMI

A Prefeitura de Ilhabela intensificou a aplicação do larvicida após as chuvas que atingiram o Litoral Norte para reduzir a infestação de borrachudo na cidade.  

Segundo a prefeitura, a intensificação é necessária para romper o ciclo larvário do borrachudo. “Com as chuvas o volume de água nas cachoeiras, córregos e rios aumenta e elimina rapidamente o larvicida aplicado, rompendo o cronograma vigente. Com a quebra desse ciclo o borrachudo se desenvolve e temos o incomodo das picadas”, explicou Jair dos Santos Plácido, supervisor da Sucen (Superintendência de Controle de Endemias) de Ilhabela.

A aplicação é feita por 24 agentes da Sucen a cada 15 dias nas diversas cachoeiras espalhadas pelo arquipélago, totalizando mais de três mil pontos, inclusive nas comunidades tradicionais da Baía de Castelhanos, Bonete, Sombrio e Indaiúba.

A prefeitura ressalta que o larvicida BTI (Bacillus Thuringiensis Israelensis) é utilizado desde março de 2017,  é seguro e não agride a saúde de pessoas, animais ou plantas. São utilizados cerca de 250 litros do inseticida por mês.