prefeitura_ilhabela_reproducao

O arquipélago teve arrecadação 35,3% acima da meta segundo dados do TCE

Reprodução

Ilhabela arrecadou R$ 212 milhões a mais do que o previsto para o quarto bimestre de 2019 segundo dados do TCE (Tribunal de Contas do Estado) de São Paulo. A cidade é o município com maior variação positiva na arrecadação em todo o estado.

Os dados do TCE apontam que Ilhabela arrecadou 35,3% a mais do que o previsto pela administração municipal – a previsão era que arrecadação fosse de R$ 612 milhões, mas chegou a R$ 814 milhões. O valor das despesas da prefeitura chegou a R$ 454 milhões – o que representa apenas 44% do dinheiro arrecadado.

O relatório aponta ainda que a aplicação da verba atende o mínimo legal estabelecido. O percentual de aplicação na Educação é de 25%, em Ilhabela foram aplicados 28,71% da verba municipal.

O arquipélago é o município do Litoral Norte com melhor histórico nas contas tendo parecer favorável em todos os anos entre 2011 e 2016. Por nota, a prefeita da cidade, Gracinha Ferreira (PSD), afirmou que procurará manter o bom histórico. “Vamos procurar manter essa postura correta do gerenciamento dos recursos públicos”, disse Gracinha.

     

Litoral Norte

Caraguatatuba também ficou com a conta positiva e arrecadou R$ 11 milhões a mais do que o previsto chegando ao patamar de R$ 522 milhões. A despesa acumulada na cidade foi de R$ 486 milhões.

Das quatro cidades, São Sebastião foi a que teve a arrecadação mais abaixo do previsto. A meta era de R$ 604 milhões, mas a cidade arrecadou R$ 531 milhões – R$ 73 milhões a menos. Contudo, a despesa acumulada foi de R$ 462 milhões, ou seja, dentro do orçamento.

Ubatuba também não atingiu o esperado e arrecadou R$ 30 milhões abaixo do previsto, mas também ficou com as contas dentro do orçamento. O valor arrecadado foi de R$ 238 milhões e a despesa acumulada foi de R$ 230 milhões.