vacina_contra_a_gripe_influenza_foto_marcello_casal_jr_agencia_brasil_1

A Vigilância Epidemiológica de Taubaté confirmou nesta terça-feira (16) a primeira morte por gripe H1N1 este ano. Segundo a Prefeitura, a vítima é uma criança de 1 ano, que estava internada na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) do Hospital Universitário.

A criança morreu no último dia 26 de março e o exame de confirmação foi entregue ao município apenas nesta terça-feira.

Até a última sexta-feira (12), a cidade tinha 20 exames em análise, 1 confirmação de H1n1, 3 por influenza B e o óbito confirmado nesta terça. Em 2018, Taubaté registrou 15 mortes por influenza.

Vacina

A vacinação contra o vírus da gripe começou no dia 10 de abril para as pessoas que se encaixam no grupo de risco, grávidas, crianças de 6 meses e menores de 6 anos e mulheres que deram a luz recentemente (com até 45 dias após o parto). Na RMVale,  a Secretaria do Estado de Saúde pretende ter 779,7 mil pessoas imunizadas durante toda a campanha.

No dia 22, a campanha começa a disponibilizar a vacina para os demais grupos de risco, como idosos, profissionais da saúde, população indígena, professores e pacientes com doenças crônicas, como asma, diabetes, doenças imunossupressoras e outras.

Nodia 4 de maio, acontece o "Dia D" da campanha nacional, quando há mobilização em todas as cidades.

Calendário da campanha de 2019

Etapa 1: a partir de 10 de abril, para crianças com idade maior que 6 meses e menor que 6 anos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto); haverá também atualização da carteira vacinal para esses grupos;

Etapa 2: a partir do dia 22 de abril, para trabalhadores de saúde, idosos (com 60 anos ou mais), indígenas, pacientes diagnosticados com doenças crônicas, professores, e outros;

Dia D: 4 de maio, para todos os grupos do público-alvo.