caps ilhabela

A Prefeitura informou que medidas administrativas estão sendo tomadas

Reprodução/PMI

Um homem, de 33 anos, foi preso por suspeita de tráfico de drogas em uma unidade de tratamento de dependentes químicos em Ilhabela, na qual ele era funcionário. A prisão aconteceu na última sexta-feira (16).

Segundo a Polícia Militar, uma equipe policial recebeu a denúncia de que um funcionário da unidade estaria vendendo drogas em seu local de trabalho, o Caps (Centro de Atenção Psicossocial), no bairro Perequê. Quando a equipe chegou ao local, o homem estava chegando para trabalhar.

Ainda de acordo com a PM, foram encontradas com ele durante revista, sete porções de cocaína, R$ 400 e uma mochila com várias embalagens plásticas que seriam utilizadas para o embalo das drogas. Questionado, ele teria confessado que vendia os entorpecentes no local e que em sua casa, no bairro Barra Velha, havia mais drogas. Na casa do homem, os policiais teriam encontrado mais entorpecentes, dinheiro, folhas de cheque e objetos para o embalo de drogas.

Por nota, a Prefeitura de Ilhabela informou por meio da Secretaria de Saúde, que o funcionário exercia o cargo de vigia do Centro de Apoio Psicossocial Álcool e Drogas – Caps AD, e que todo candidato a vaga de vigia deve apresentar, entre vários documentos, o atestado de antecedentes criminais.

A Prefeitura disse ainda que as medidas administrativas estão sendo tomadas e que a equipe técnica do Caps AD lamenta o acontecido. “A equipe do Caps salienta ainda a seriedade do trabalho desenvolvido com total cuidado com os pacientes”, conclui a nota.

A ocorrência foi apresentada no Distrito Policial e o homem permaneceu à disposição da Justiça, preso em flagrante por tráfico de drogas.