A Prefeitura de São Sebastião, em parceria com o Corpo de Bombeiros, está trabalhando desde a noite de segunda-feira (12) para atender as ocorrências causadas pelas chuvas que atingem a cidade.  De acordo com a prefeitura, até as 20h desta terça-feira (13) foram registrados alagamentos, enxurradas e quedas de árvore, principalmente na Costa Sul da cidade, região mais atingida.  Não havia registro de feridos até este horário.

Em Boiçucanga, pelo menos três veículos foram arrastados pela enxurrada, segundo informações da prefeitura. A Defesa Civil também registrou queda de árvore sobre veículos e sobre a rede elétrica nas ruas Boa Sorte e Tião Vaca, e alagamentos em ruas próximas ao cemitério. 

Em Maresias, houve alagamentos na rua Sebastião Romão Cesar e na travessa Carla Mathias e  transbordamento na rua Beco 70. Um muro chegou a cair obstruindo a passagem de água, algando a rua Elis Regina. Uma família chegou a ficar ilhada em Maresias, mas conseguiu sair do imóvel com auxílio dos bombeiros.

Em Cambury houve alagamento na Estrada Rio das Pedras e Sertão de Cambury. Também houve pelo menos duas quedas de árvore, uma casa alagada e uma ponte interditada por conta do risco de queda na Travessa da Tijuca.  Em Cambury uma família também teve que ser resgatada pelos bombeiros porque não conseguia deixar o imóvel por conta da força da água. 

Outras quedas de árvores foram registradas em Barra do Una e Barra do Sahy. No Porto Grande, região Central de São Sebastião, foi identificada também uma árvore com risco de queda.

O coordenador chefe da Defesa Civil, Ricardo dos Santos, informou que apesar das chuvas terem sido intensas, o trabalho imediato da corporação minimizou os problemas. “O nível dos rios subiu muito, nossas equipes estão na rua desde ontem à noite para ajudar e orientar a população. Os bairros de Maresias, Boiçucanga e Cambury foram os mais afetados. Entretanto, nenhuma pessoa ficou desalojada ou desabrigada”, disse o coordenador, por meio da assessoria de imprensa.

Em Ilhabela, a Defesa Civil também monitora as áreas de risco devido às chuvas que atingem o município dsde segunda-feira.