cesta_basica_estadao_foto_daniel_teixeira_ae

Produtos têm aumento em cidades do Vale dos Paraíba, de acordo com o Nupes

Estadão/Daniel Teixeira/AE

A cesta básica subiu 1,21% na região do Vale do Paraíba em outubro e segue sequencia de dois meses consecutivos de alta. A informação é da pesquisa mensal feita pelo Nupes (Núcleo de Pesquisas Econômico-Sociais), da Universidade de Taubaté.

O valor da cesta passou de R$ 1.538,03 em setembro para R$ 1.556,70 em outubro. Nas quatro cidades pesquisadas, os produtos tomate (82,53%), batata (25,01%) e cebola (15,38%) apresentaram o maior aumento.

“A elevação no preço da cesta básica já era esperada, nada fora do contexto. Alguns produtos tiveram aumentos expressivos que ajudaram para o resultado final, como o grupo alimentação. Outros tiveram queda com o dólar em baixa, o que influencia também para a retração em alguns itens”, avaliou Odir Cantanhede Guarnieri, economista e coordenador do Nupes.

Já no acumulado do ano, o Nupes aponta variação positiva de 5,75% nos preços da cesta, um pouco acima da inflação oficial que é de 4,56%. Na região, a cesta mais cara foi registrada em São José (R$ 1.564,15). Por outro lado, Caçapava ficou com o valor mais baixo (R$ 1.547,50).

A cesta básica é composta por 32 produtos de alimentação, cinco de higiene pessoal e sete de limpeza doméstica, e tem como base uma família com 5 pessoas.