passe_escolar_sjc

Cartão não é liberado para uso fora do horário de aula

Gabriela Mancilha/Meon

































Horário não permitido. Essa é a mensagem que aparece para os estudantes que utilizam a carteirinha escolar no transporte público de São José dos Campos. Desde essa segunda-feira (28), os alunos que utilizam o benefício não têm conseguido passar o cartão em horário oposto ao período de aula.

A carteirinha escolar permite o estudante pagar a metade do preço real da tarifa -- atualmente em R$ 4,10 -- e utilizar o bilhete até quatro vezes ao dia.

Atualização: A Prefeitura de São José dos Campos informou, por meio de nota enviada às 22h, que o problema foi acarretado por uma falha no sistema (Veja nota abaixo).

Giovanna Goulart, de 20 anos, está no quarto ano do curso de jornalismo da Univap (Universidade do Vale do Paraíba). A estudante conta que já utilizava a carteirinha antes de ingressar no ensino superior. Ela trabalha de manhã e estuda à noite e diz que utiliza o cartão fora do horário de aula.

“Uso a carteirinha de estudante há mais de quatro anos, sempre soube que não era permitido recarregar o cartão em janeiro por ser férias escolares, mas isso [de barrar por uso fora do horário] nunca me aconteceu. Eu trabalho de manhã e à tarde, e para mim fica difícil, vou ter que pagar um valor que não estava no meu orçamento mensal. Pego de três a quatro ônibus por dia e se eu não perguntasse aos funcionários [do Consórcio 123] eu teria carregado todo o valor”, contesta.

passe_escolar_foco

"Horário não permitido"

Situação parecida é da estudante de jornalismo Yasmin Ferreira Martins, de 21 anos, que também utiliza o bilhete único desde o ensino fundamental. Yasmin relata que usava o cartão em horários de aula e diversos, durante a semana.

“Notei a mudança quando vi que o grupo do whatsapp da minha turma da faculdade estava bem ‘agitado’, fui ler sobre o que era e vi sobre a mudança. Como precisava ir ao Consórcio 123 nesta terça-feira aproveitei para esclarecer minha dúvida e dos meus colegas de classe. Eles [funcionários] disseram que você só pode utilizar o cartão escolar no horário de aula. Eu que estudo de noite, por exemplo, posso usar das 17h às 23h59, antes desse horário o cartão fica bloqueado e se você não manter seus dados (endereço, telefone etc) atualizados o cartão também é bloqueado”, explica.

A reportagem consultou o Consórcio 123, responsável pela bilhetagem eletrônica das três empresas que operam em São José, como um usuário e os atendentes disseram que a partir deste ano a Prefeitura não permitia mais a utilização do cartão escolar fora do período de aula. 

Outro Lado

Meon contatou a Secretaria de Mobilidade Urbana na segunda-feira (28), após receber as primeiras reclações de estudantes.  A pasta informou que iria verificar a informação. O Consórcio 123, procurado pelo Meon na terça-feira (29), informou que o assunto seria comentado pela prefeitura.

No final da noite de terça-feira, a Secretaria de Mobilidade Urbana enviou uma nota informando que o bloqueio do passe escolar ocorreu por uma falha no sistema e que, caso o problema persista, os alunos devem entrar em contato com o Consórcio 123 pelo telefone 0800 772 7730 ou se dirigir até a loja localizada na Rua Rui Barbosa, 15, no centro da cidade, de segunda à sexta-feira, das 7h às 19h, e aos sábados das 8h às 13h.