Experiência e solidariedade. É o resultado de um projeto realizado por professores e alunos do curso de odontologia Univap (Universidade do Vale do Paraíba) na cidade de Monteiro Lobato. Durante o ano eles atendem gratuitamente os moradores em parceria com a prefeitura. A recompensa veio em forma de sorrisos.

O projeto está em vigor desde 2017. Os alunos do último ano de odontologia fazem todo tipo de atendimento como raspagem, limpeza, restauração e cirurgia sob orientação dos professores.

De acordo com Vicente Prisco, professor responsável, primeiro foi feito um levantamento sobre a saúde bucal da cidade, principalmente dos bairros mais carentes. A partir disso, os alunos começaram a fazer consultas na unidade móvel e um trabalho de orientação nas escolas.

 “É uma experiência muito boa para os estudantes. Além de ajudar muito a população, os alunos são estimulados a entender o contexto social da profissão de dentista”, comenta o professor.

Vitor Vieira de 21 anos é recém formado em odontologia e participou do projeto neste ano. Ele conta que o caso mais marcante foi de um senhor com 50 anos de idade que nunca tinha ido ao dentista.

"No caso dele não dava pra fazer tudo de uma vez porque tivemos que tirar todos os dentes. Foram cerca de 5 sessões, mas agora ele está em recuperação e com uma boca saudável", conta Vitor.

O estudante comenta que participar do projeto foi essencial para sua formação profissional. "Essa oportunidade me ajudou a enxergar o paciente como um todo. A gente entende que o conceito de real de saúde não só o tratamento da doença, mas também do psicológico, emocional e familiar", afirma.

prefeita_monteiro_lobato_daniela_cassia

Daniela de Cássia(PSB)

Prefeita de Monteiro Lobato

A prefeita de Monteiro Lobato, Daniela de Cássia (PSB), comenta que a parceria com a Univap garantiu mais qualidade de vida para a população.

“O atendimento é feito a população carente que não tinha atendimento odontológico além o básico. A parceria proporciona um atendimento especializado muito bom que leva saúde, qualidade de vida e autoestima para as pessoas. Isso não tem preço”, afirma a prefeita.

Para ser atendido pelo programa, os moradores devem entrar em contato com a preifeitura. Neste ano os atendimentos já foram encerrados, mas retornam em fevereiro de 2019 com uma nova equipe de universitários.