Programa BikeSanja chega a 500 bicicletas compartilhadas e cai no gosto de jovens e adultos

bike_1_1

Amigas Talita Carvalho, 20 anos, e Leda Alvim, 18 anos, já utilizaram as bikes

Charles de Moura / PMSJC

Verão é sinônimo de passeio ao ar livre e curtição em família.  Em São José, a febre do momento é sair pedalando por aí. Todo mundo já viu, ao menos uma vez, bicicletas amarelas espalhadas pelas principais ruas da cidade.

A novidade, lançada pela Prefeitura em 2018, caiu no gosto de jovens e adultos. O programa BikeSanja, que já conta com 500 bikes compartilhadas, une tecnologia de ponta, respeito ao meio ambiente, mobilidade urbana ampliada, qualidade de vida e saúde. Tudo ao mesmo tempo em um único sistema.

É o caso das amigas Talita Carvalho, 20 anos, e Leda Alvim, 18 anos, ambas estudantes e moradoras da Vila Ema, na região central.

“É uma forma saudável de se divertir, praticar exercício físico e ainda ajudar a cidade a ter mais sustentabilidade ambiental”, afirmou Leda. “Já tinha andado nas bikes compartilhadas e é sempre um passeio muito agradável, ainda mais agora com a minha amiga”, completou Talita.

O Bike Sanja tem duas empresas que prestam o serviço: a Serttel e a Yellow, ambas credenciadas pela administração. Confira as regras para utilização no site da Prefeitura.

Saiba mais em: www.sjc.sp.gov.br 

Siga-nos também nas redes sociais:

https://www.facebook.com/PrefeituraSJC/

https://www.instagram.com/prefeiturasjcamposoficial/

bike_3_1

O Bike Sanja tem duas empresas que prestam o serviço: a Serttel e a Yellow

Cláudio Vieira / PMSJC