O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, negou que os países do G7 solicitaram ao presidente francês, Emmanuel Macron, que fosse transmitida uma mensagem comum ao Irã em relação ao acordo militar com o país do oriente médio. "Eu não discuti isso. Eu não fiz isso", respondeu Trump à imprensa internacional.

A declaração Trump veio depois de diplomatas franceses anunciarem que os países do G7 encomendaram a Macron que "fale e dirija uma mensagem ao Irã" sobre o acordo nuclear, que corre risco de desaparecer após a decisão dos EUA de deixá-lo no ano passado.

"Eu também apoio a tentativa do primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe de conversar com o Irã. Nós também vamos fazer uma abordagem, mas você não pode impedir as pessoas de falarem. Quem quiser falar, falará", disse o presidente Trump.

O Irã foi uma das questões que Trump e Macron examinaram durante um longo almoço de trabalho ontem, 24. De acordo com o Palácio do Eliseu, sede do governo francês, o objetivo era reduzir a tensão com Teerã e permitir que o Irã possa exportar uma certa quantidade de óleo em troca do seu retorno ao pacto nuclear.