O Paquistão disse na quinta-feira, 15, que três de seus soldados e cinco militares indianos morreram em uma troca de tiros na fronteira da disputada região da Caxemira. No entanto, a Índia negou a informação e acusou o Paquistão de violar um cessar-fogo entre os dois países.

A tensão entre as duas potências nucleares aumentou após a Índia revogar o status especial de sua parte da Caxemira, de maioria muçulmana, enfurecendo o Paquistão. Os dois já travaram duas guerras por causa da Caxemira. (Com agências internacionais)





As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.