Os manifestantes franceses de colete amarelo estão marchando novamente neste sábado para lembrar ao governo que a reconstrução da Catedral de Notre Dame, devastada pelo fogo na última segunda-feira (15), não é o único problema que o país precisa resolver.

Vários protestos estão planejados em Paris e outras cidades, completando o vigésimo terceiro fim de semana do movimento contra a desigualdade e a liderança do presidente Emmanuel Macron.

Um grupo quer marchar sobre o palácio presidencial apesar da presença policial maior do que o habitual. Outro objetivo é mostrar o luto de colete amarelo sobre o incêndio de Notre Dame, mantendo a pressão sobre Mácron.

Muitos manifestantes ficaram profundamente entristecidos pelo incêndio no monumento nacional. Ainda assim, muitos estão zangados com os US$ 1 bilhão em doações para a reconstrução de Notre Dame, despejados de magnatas franceses, enquanto suas próprias demandas permanecem em grande parte não atendidas e eles lutam para sobreviver. Fonte: Associated Press.