Startup Quero Bolsa Foto Divulgacao Fund Roberto Marinho

As oportunidades são para jovens de 14 a 24 anos

Foto Ilustrativa/QE/Fund.Roberto Marinho





A startup Quero Educação, de São José dos Campos, está selecionando candidatos para a primeira edição do seu programa Jovem Aprendiz.  São 20 vagas para jovens com idades entre 14 e 24 anos que estejam cursando o ensino fundamental ou o ensino médio.

A startup também está oferecendo dez vagas para pessoas com deficiência, na função de Protagonista da Educação. Os interessados devem se inscrever no site da Quero Educação  até o dia 10 de março.

Etapas do processo seletivo
Segundo a assessoria de imprensa da startup, o processo seletivo inclui cinco etapas, passando por entrevista inicial com o RH, dinâmica, testes técnicos e pessoais, entrevista com gestor e entrevista final com a diretora de RH e o CEO da empresa.

“Todos os candidatos aprovados na etapa de entrevista com o gestor são avaliados pessoalmente também pelo nosso CEO. Todos aqui têm muito amor pelo que fazem e essa conversa é fundamental para garantir o fortalecimento da cultura da empresa”, explica Renata Rebocho, da Quero Educação, por meio de nota enviada pela assessoria.

Benefícios
Os benefícios oferecidos para os selecionados incluem bônus semestral; aulas de inglês, excel, programação e outros cursos livres;
aulas de dança, yoga e ginástica laboral; sala de jogos, sala zen e sala de estudos disponíveis durante todo o expediente; alojamento para quem mora em outras cidades; plano de saúde e odontológico; auxílio academia e perfil dos candidatos

Nas seleções feitas pela Quero Educação, características como determinação, disciplina consciente e facilidade para
trabalhar em equipe importam mais do que a experiência profissional dos candidatos.

Por isso, o único pré-requisito para as vagas exclusivas para Pessoas com Deficiência é a formação no Ensino Médio. “Na Quero Educação, acreditamos em um propósito – transformar a vida das pessoas por meio da educação – e estar disposto a arregaçar as mangas para mudar o cenário da educação no País é o pré-requisito básico para se juntar ao nosso time. Procuramos pessoas engajadas e que tenham identificação com a cultura da empresa, que valoriza a meritocracia e pratica uma hierarquia horizontal”, completa Renata.