O Taubaté Vôlei já tem uma das três vitórias que precisa para superar o Cruzeiro nas semifinais da Superliga. Na noite deste sábado e durante pouco mais de duas horas, marcou 3 a 1 na casa do adversário. O jogo coletivo evidenciou o valor das individualidades e o time soube evitar um tie-break, Agora, o reencontro será em Taubaté, na terça-feira.

Jogando na noite deste sábado, 06/04, a EMS Taubaté Funvic deu um passo importante na ambição de chegar à final da Superliga Cimed Masculina de Vôlei 2018/2019. No ginásio do Riacho, em Contagem (MG), os taubateanos venceram o Sada Cruzeiro por 3 sets a 1 (parciais de 30×28, 25×19, 22×25 e 26×24), fazendo 1 a 0 na série melhor de cinco das semifinais da competição.

Com o resultado, o Taubaté também quebra uma sequência de cinco jogos sem vencer o Sada Cruzeiro – contando jogos ainda da edição passada da Superliga Cimed.

O técnico Renan Dal Zotto colocou em quadra o time inicial com Rapha, Otávio, Lucão, Lucarelli, Facundo Conte, Vissotto e Thales como líbero. Depois, com os que vieram do banco, obteve uma grande atuação da equipe.

O primeiro set começou com o Sada Cruzeiro impondo muita pressão no saque e também com boa atuação no bloqueio. O time mineiro chegou a abrir sete pontos de vantagem. A EMS Taubaté Funvic reagiu, passando a ser mais efetiva no saque e na defesa, diminuindo a diferença no placar. O Sada Cruzeiro seguiu na dianteira com boa atuação da recepção e bom aproveitamento dos contra-ataques. O Taubaté não se entregou, buscou a reação e equilibrou as ações na reta final do set. Ponto a ponto, os times lutaram por 36 minutos, até a EMS Taubaté Funvic fechar com um ponto de saque do oposto Vissotto em 30 a 28.

O segundo set começou com as duas equipes forçando bastante o saque, o que resultou em muitos erros dos dois lados. Aos poucos o time taubateano encaixou o saque e passou a ditar o ritmo do set. Com mais efetividade no passe e nos ataques, a EMS Taubaté Funvic abriu vantagem e se manteve no controle da partida. Os visitantes fecharam com um bloqueio de Vissotto, fazendo 25 a 19, em 25 minutos jogados.

O terceiro set começou com o Sada Cruzeiro sacando muito e abrindo incríveis 6 a 0. A EMS Taubaté Funvic reagiu e voltou para o jogo, também com bom aproveitamento no saque. O set seguiu bem equilibrado, mas com o Sada Cruzeiro sempre à frente, mantendo o bom aproveitamento no serviço e nos contra-ataques. Contando com mais erros por parte do Taubaté, o Sada fechou em 25 a 22, em 29 minutos jogados.

O quarto set foi o mais equilibrado da partida, com as duas equipes variando bem o saque. A EMS Taubaté Funvic seguiu apostando nas bolas com os ponteiros, com destaque para a atuação de Lucarelli. O Sada Cruzeiro chegou a ter um set point, mas com boa passagem do ponteiro Douglas Souza no saque, o Taubaté empatou e conseguiu vencer o set com o um bloqueio de Leandro Vissotto, fechando em 26 a 24, vencendo a partida por 3 a 1 em um total de 2h15 de jogo.

cr_210

Destaque

O ponteiro Lucarelli foi o melhor jogador em quadra, premiado com o Troféu Viva Vôlei. Ele também foi o maior pontuador da partida, com 21 pontos anotados.

Ele analisou a ótima atuação taubateana: “Sabíamos que ia ser um jogo duro. O Sada tem um time muito bom e nunca será fácil contra eles. Nossa equipe como um todo jogou bem demais. Nós suportamos bem a pressão do saque deles, e isso foi um ponto importante para nós. Jogos de semifinal são como um jogo de xadrez. O que você puder neutralizar das qualidades do adversário, melhor. Em alguns momentos conseguimos fazer isso, a nossa pressão no saque sobre eles também ajudou a tirar o passe da mão do levantador deles”, comentou.

As duas equipes voltam a jogar na próxima terça-feira, 09/04, às 21h30 no ginásio do Abaeté, em Taubaté, pela segunda partida da série melhor de cinco.

cr_209

Nas fotos (de Rafinha Oliveira/EMS Taubaté Funvic), os jogadore comemorando ponto e Lucarelli vencendo um bloqueio triplo dos cruzeirenses.