O Taubaté Vôlei ficou distante da façanha que seria uma terceira vitória consecutiva sobre o Cruzeiro e a consequente eliminação do rival que busca o pentacampeonato na Superliga. Nesta sexta-feira à noite, em Contagem, o time mineiro nem correu maiores riscos, pois marcou 3 a 0 e com parciais indiscutíveis.

No ginásio Riacho, onde o apoio da torcida é constante, o Cruzeiro começou com um ritmo intenso e abrindo 7 a 3. Aos poucos, o Taubaté foi controlando as ações e ainda virou em um 15 a 14. No entanto, os mineiros retomaram o rendimento e deslancharam em um 21 a 15. No final, fecharam o set fazendo 25 a 20.

Sem conseguir um único ponto de bloqueio no primeiro set, o Taubaté também não conseguiu mudar o andamento do jogo no segundo. Bem em todos os fundamentos, o Cruzeiro passou por folgados 16 a 10, 18 a 11 e 22 a 14, até um 25 a 19.

Com a necessidade de vencer dois sets seguidos para provocar um playoff, o Taubaté tentou acompanhar o adversário no terceiro, mas não conseguiu. Comandado por Evandro, que foi eleito o melhor do jogo e premiado com o troféu Viva Vôlei, o Cruzeiro aproveitou o bom momento. Conscientes, os taubateanos regularam as energias e o placar final foi de 25 a 17.

Agora, na terça-feira, o Taubaté receberá o Cruzeiro, às 18h30. Ganhando, o time taubateano alcançará a terceira vitória necessária para ganhar o playoff de até cinco jogos. Uma nova vitória cruzeirense provocará a quinta partida, na sexta-feira.

Os times

O Taubaté, do técnico Daniel Castellani, entrou com: Rapha, Solé, Ivovic, Dante, Otávio, Wallace e o líbero Thales. Começaram no banco: Renan, Lucas Madalóz, Rafael, Paulo Renan, Ruiz, Nícolas e o líbero Matheus.

O Cruzeiro, do técnico Marcelo Mendez, entrou com: Uriarte, Evandro, Simon, Isac, Leal, Filipe e o líbero Serginho. Começaram no banco: Fernando Cachopa, Alemão e Rodriguinho, Eder Levi, Pablo, Robert e o líbero Lukinhas.

A dupla de arbitragem, do Rio Grande do Sul: Sílvio Cardozo da Silveira e Angela Araújo Gusmão Grass.

A tabela

Superliga Cimed Masculina 2017/2018

Semifinal

Primeira rodada

07.04 (Sábado) – Sada Cruzeiro (MG) 1 x 3 EMS Taubaté Funvic (SP), às 17h, no ginásio do Riacho, em Contagem (MG) – SPORTV e REDETV – Parciais: 25/23, 22/25, 17/25 e 27/29

07.04 (Sábado) – Sesi-SP 3 x 2 Sesc RJ, às 21h30, no Sesi Vila Leopoldina, em São Paulo (SP) – SPORTV – Parciais: 25/20, 30/32, 22/15, 25/19 e 15/11

Segunda rodada

10.04 (Terça-feira) – EMS Taubaté Funvic (SP) 3 x 0 Sada Cruzeiro (MG), às 19h, no Abaeté, em Taubaté (SP) – SPORTV – Parciais: 25/21, 25/22 e 25/23

10.04 (Terça-feira) – Sesc RJ 0 x 3 Sesi-SP, às 21h30, na Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro (RJ) – SPORTV – Parciais: 27/29, 22/25 e 24/26

Terceira rodada

13.04 (Sexta-feira) – Sada Cruzeiro (MG) 3 x 0 EMS Taubaté Funvic (SP), às 21h30, no Riacho, em Contagem (MG) – SPORTV – Parciais: 25/20, 25/19 e 25/17.

14.04 (Sábado) – Sesc RJ x Sesi-SP, às 15h, na Arena Carioca I, no Rio de Janeiro (RJ) – SPORTV e REDETV

Quarta rodada (se necessário)

17.04 (Terça-feira) – EMS Taubaté Funvic (SP) x Sada Cruzeiro (MG), às 19h, no Abaeté, em Taubaté (SP) – SPORTV

17.04 (Terça-feira) – Sesi-SP x Sesc RJ, às 21h30, no Sesi Vila Leopoldina, em São Paulo (SP) – SPORTV

Quinta rodada (se necessário)

20.04 (Sexta-feira) – Sada Cruzeiro (MG) x EMS Taubaté Funvic (SP), às 21h30, no Riacho, em Contagem (MG) – SPORTV

21.04 (Sábado) – Sesc RJ x Sesi-SP, às 21h, no Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro (RJ) – SPORTV

cz_297

Na foto (Sada Cruzeiro/Divulgação), o cruzeirense Felipe conquistando mais um ponto da vitória.