No primeiro jogo em casa pela Copa Paulista, o Taubaté esteve próximo de uma segunda vitória, mas acabou cedendo um empate por 1 a 1 e logo após a abrir o placar aos 34 minutos do segundo tempo. Na tarde desta quarta-feira, no Joaquinzão, o Santo André chegou a perder um pênalti antes do intervalo.

Como o atacante Gabriel Davy acordou fortemente gripado, o técnico Marcelo Martelotte foi obrigado a modificar a escalação taubateana, que seria a mesa da estreia com vitória por 1 a 0 sobre o São Bernardo. O também garoto Tatá, voltando de empréstimo ao Internacional de Porto Alegre, entrou na vaga.

O Santo André, para encaixar a marcação contra um Taubaté que voltou a usar a formação tática 3-5-2, começou com o volante Jhonson mais recuado, formando um trio defensivo com os zagueiros PV e Héliton.

Em casa, o Taubaté procurou criar um volume de jogo ofensivo maior e conseguiu. No entanto, passou a ser mais contundente somente depois das orientações do técnico durante a parada de três minutos para hidratação.

Animados, os taubateanos se descuidaram na defesa e o zagueiro Donato derrubou o lateral-direito Eliandro na área, aos 45 minutos. Na cobrança do pênalti, o goleiro Rafael Roballo esperou o momento certo para reagir, saltou para o lado esquerdo e defendeu o chute colocado do atacante Vinícius Silveira.

Etapa com gols

No segundo tempo, o técnico do Taubaté foi obrigado a usar as duas primeiras substituições para trocar jogadores contundidos. O garoto Maykon Lima entrou na terceira, aos 18 minutos e foi decisivo no gol taubateano.

Aos 34 minutos, Maykon Lima protegeu bem a bola na área adversária e sofreu um pênalti. Na cobrança, o experiente Guaru foi competente ao deslocar o goleiro e mandar no canto direito.

Instigado, o Santo André partiu em busca do empate e conseguiu. Aos 41, uma descida rápida pela direita terminou com um cruzamento do lateral Eliandro. Na área, o zagueiro Henrique foi afastar e acabou fazendo gol contra.

Como ainda havia alguns minutos, os taubateanos tentaram uma nova vantagem no placar, mas os visitantes resistiram. No final,  resultado de 1 a 1 com 431 torcedores pagantes no estádio e renda de R$ 2.083,00.

O próximo jogo do Taubaté também será no Joaquinzão, sábado, às 15h, contra o São Caetano.

Os times

O Taubaté, do técnico Marcelo Martelotte, atuou com: Rafael Roballo; Henrique, Cesinha e Donato; Jean, Moradei, Elivelton, Guaru e Diego (Erik 16´/2º); Jeffinho (Adriano 14´/2º) e Tatá (Maykon Lima 18´/2º).

O Santo André, do técnico José Carlos Palhavan, atuou com: Júlio Silva; Eliandro, PV, Héliton e Gilberto Jesus; Jhonson, Alex Nagib (Dênis Genaro 24´/2º), Frank e Émerson Silva; Vinícius Silveira (Vinícius Rodrigues 16´/2º) e Natan.

A equipe de arbitragem contou com: Ricardo Bittencourt da Silva (árbitro), Orlando Coelho Júnior (assistente 1), Patrick André Bardauil (assistente 2) e Hemerson José Nicoli de Campos (quarto árbitro).

cx_031

Na foto (de Bruno Castilho/EC Taubaté), o volante Moradei logo após desarmar um jogador do Santo André.