A Seleção Brasileira Masculina de Vôlei, do técnico Renan Dal Zotto e alguns jogadores do Taubaté, vive um momento crucial na Liga das Nações. Para continuar na disputa pelo título, precisa vencer o Irã nesta sexta-feira.

Na etapa final, realizada em Chicago, nos Estados Unidos, o Brasil começou perdendo para a Polônia, por 3 a 2, somando um ponto e com o adversário levando dois. Agora, para conquistar uma das duas vagas nas semifinais, terá que vencer os iranianos.

Confira mais detalhes no material enviado pela assessoria de Imprensa da Confederação Brasileira de Voleibol.

O Brasil chegou líder da fase classificatória e com moral, mas acabou superado na abertura da Fase Final da Liga das Nações. Na quarta-feira (10.07), a seleção brasileira masculina de vôlei enfrentou uma torcida polonesa fanática em Chicago, nos Estados Unidos, e perdeu no tie break, com parciais de 23/25, 25/23, 21/25, 25/21 e 9/15.

O time dirigido pelo técnico Renan chegou para a fase decisiva com 14 vitórias, apenas uma derrota e 39 pontos somados. Na noite de quarta-feira, o oposto Wallace foi o maior pontuador da partida, com 21 acertos (19 de ataque, um de bloqueio e um de saque). O ponteiro Lucarelli também se destacou, marcando 18 vezes, sendo 16 de ataque e dois de saque.

Após a partida, o experiente Wallace analisou o desempenho do grupo brasileiro. “Nosso time não pode se dar ao luxo de abrir uma vantagem e deixar eles virarem. Cometemos erros que não podem acontecer, ainda mais em um momento como esse do campeonato”, disse Wallace.

O oposto campeão olímpico, no entanto, ressalta que é preciso dar a volta por cima. “Agora temos que esquecer esse resultado e já pensar no próximo jogo. Uma vitória na próxima partida nos coloca na disputa de novo. Agora é difícil, mas temos que ter cabeça boa porque não acabou nada ainda”, afirmou Wallace.

O segundo jogo do Brasil nesta fase será na sexta-feira (12.07), às 19h (Horário de Brasília), desta vez contra o Irã. Os iranianos lideraram boa parte da etapa classificatória e chegaram a Chicago na segunda colocação com a campanha de 12 vitórias e três derrotas.

O treinador

O técnico Renan também falou sobre o jogo. “Cometemos muitos erros e a Polônia fez uma grande partida. Não podemos tirar os méritos do adversário. Eles sacaram muito bem, o sistema de bloqueio e defesa funcionou bem e o Brasil entrou tenso. Claro que a responsabilidade de vencer era nossa, mas eles fizeram um grande jogo”, comentou o treinador.

Logo após o duelo desta noite, Renan destacou que o foco já está no Irã. “Agora temos que buscar o algo mais de cada um e ver tecnicamente o que precisa ser feito. Vacilamos em alguns momentos hoje, estamos todos chateados, mas é foco total na próxima partida para buscarmos a vitória”, concluiu Renan.

Na quarta-feira, o Brasil começou a partida com Bruninho, Wallace, Lucão, Flávio, Leal, Lucarelli e os líberos Thales e Maique. Entraram no decorrer do jogo: Maurício Borges, Fernando, Alan, Douglas e Éder. Lucarelli, Thales, Douglas e Maurício Borges são jogadores do Taubaté Vôlei, que segue em férias.

cq_362

Na foto (Divulgação/FIVB), jogadores brasileiros antes do começa da partida contra os poloneses.