O São José Futsal queria emplacar uma terceira vitória consecutiva na sua reação na Liga Nacional, mas não conseguiu. Visitando o Pato, que disputa as primeiras posições, perdeu por 3 a 0 na noite deste sábado, em Pato Branco, Paraná.

Agora, pela Liga Nacional, o São José voltará a jogar somente no dia 20 de julho, visitando o catarinense Joaçaba. A competição será interrompida durante a Copa do Mundo de futebol, na Rússia. Bem antes, na próxima sexta-feira, o time joseense receberá o Santo André pela Liga Paulista.

O primeiro tempo marcou um equilíbrio entre as equipes dentro de quadra. O São José Futsal/Manguaça FS soube equilibrar bem atrás para conseguir atacar com mais tranquilidade, usando muito bem os pivôs Simi e Tuiu para desafogar o jogo de trás, liberando os alas para atacar. Assim as jogadas rápidas, tabelas e saídas de pressão aconteciam com frequência por parte dos visitantes.

Por outro lado a equipe da casa não deixava o São José Manguaça subir muito para área, parando a ofensiva de qualquer jeito antes de oferecer perigo ao goleiro do Pato. Assim os donos da casa conseguiam subir e finalizar quando roubavam a bola. O goleiro do São José Manguaça, Daniel, ia fazendo defesas providenciais para deixar tudo empatado.

De tanto atacar as chances apareciam, desde o começo do jogo: em bola cruzada Leandrinho quase conseguiu desviar com o pé para dentro do gol e os chutes de média distância assustavam o Pato. No entanto foi justamente quando a partida estava bem pro São José que saiu o primeiro para os donos da casa (aos 14min44s): em falta cobrada a bola desviou em Rafão e Alemão chegou para empurrar para dentro do gol.

A equipe joseense continuou exercendo pressão na saída e na defesa, tentando igualar, novamente, o marcador. A defesa subiu mais e passou a pressionar os adversários desde a saída da área. No entanto faltava pouco tempo para o término da primeira etapa e o Pato soube se segurar até o final.

No segundo tempo

Atrás no marcador, os visitantes iniciaram o segundo tempo pressionando a saída de bola adversária, sem deixar espaço para os mesmos construírem jogadas. Essa tipo de jogo ia funcionando bem, porém eram poucas as chances criadas e, com isso, em contra-ataque, o Pato chegou ao segundo (aos 3min38s): Levy aproveitou de uma sobra de bola na entrada da área e chutou forte, no canto.

São José Manguaça para frente. A equipe agora tentava rodar mais o jogo, fazendo a bola passar de pé em pé e foi ganhando quadra a cada minuto que passava. Marcelo teve a melhor oportunidade em chute que passou rente a trave adversária. Goleiro-linha.

Com Vandinho atuando como goleiro-linha, a equipe visitante se mantinha com a posse de bola, rodando a defesa adversária e procurando uma brecha para finalizar. A melhor chance veio em jogada iniciada por Vandinho, que tocou para Simi e que devolveu para Vandinho no meio. O ala chutou colocado, acertando a trave. No rebote Gustavinho tirou do goleiro e acertou a outra trave.

A resposta do Pato veio em seguida. Após um lateral, a bola sobrou para Neguinho, de frente, que chutou para fazer o terceiro (aos 12min45s). O São José Manguaça não se rendia e continuou pressionando até o final. Paulinho e Tuiu tiveram boas oportunidades, que pararam na defesa.

cx_881

Na foto (de Brenno Domingues/São José Futsal/Manguaça FS), o joseense Tuiú aperta a marcação sobre Neguinho, do Pato Branco e da Seleção Brasileira.