O São José Basketball voltou a vencer pelo NBB. No quinto e último jogo de uma sequência fora de casa, marcou 82 a 74 no Corinthians. A reestreia de Dedé foi adiada e ficou para o reencontro com a torcida, sábado, às 18h, contra o Joinville.

No ginásio Wlamir Marques, no ginásio do Parque São José, o São José planejava promover a reestreia de Dedé. No entanto, como a partida contra o Corinthians tinha a data original de 27 de novembro e depois foi remarcada, somente os jogadores inscritos até o dia inicial poderiam ser utilizados.

O armador Hélio, expulso na partida anterior contra o Vasco da Gama por protestar contra a arbitragem, também não atuou, cumprindo suspensão. Assim, o argentino Fabián Sahdi foi o armador do time e saindo da quadra somente em algumas momentos. Atuando bem, jogou por 34 minutos e 56 segundos.

Sem os apagões comprometedores de partidas recentes, o São José conseguiu colocar em prática o seu plano de jogo preferido fora de casa. E depois de manter a contagem equilibrada nos três primeiros quartos, investiu no último e venceu.

O primeiro quarto terminou com vitória do São José por 15 a 14. No final do segundo, o time joseense cometeu um erro e o Corinthians ganhou por 19 a 16, virando o placar e chegando ao intervalo com 33 a 31.

O terceiro quarto foi vencido pelo São José, por 20 a 19. Assim, quando os últimos 10 minutos começaram, a vitória corintiana era de apenas um ponto, por 52 a 51.

Depois de quase cinco minutos, o São José aproveitou um bom momento e fez uma vantagem de cinco pontos, com 61 a 56. O Corinthians sentiu a pressão e mesmo incentivado pela torcida, não conseguiu encostar. O São José, deixando bem evidente que queria acabar com a sua sequência de derrotas, protegeu o placar.Fez 31 a 22 no quarto e 82 a 74 na partida.

Agora, com três vitórias e oito derrotas, o São José parte para os dois últimos jogos do primeiro turno, ambos em casa. No ginásio Linneu de Moura, receberá o catarinense Joinville no sábado, às 18h e o Brasília, dia 13, quinta-feira, às 20h.

Os times

O São José, do técnico Paulo Cesar Jaú, começou com: Fabián Sahdi (9 pontos), Pedro (16), Márcio Dornelles (14), Douglas Nunes (16) e Mineiro (11). Entraram durante a partida: Vinícius Pastor (8), Schneider (8), André Coimbra (0), Panunzio (0) e Guirro (0). Permaneceu no banco: Sérgio.

O Corinthians, do técnico Bruno Savignani, começou com: Gustavinho (6), Fuller (25, o cestinha do jogo), Guilherme Giovannoni (12), Humberto (11) e Shilton (0). Entraram durante a partida: Teichmann (8 pontos e 19 rebotes), Nícolas (5), Aguiar (7), Douglas Santos (0) e Gui Bento (0). Permaneceu no banco: Abner.

O trio de arbitragem contou com: Cristiano Jesus Maranho, Eduardo Albano e Fernando Aparecido Cavalcante Leite.

ct_162

Na foto (de Arthur Marega Filho/São José Basketball), Sadhi marcado por Gustavinho.