O ano de jogos do São José Basketball tem início nesta terça-feira e com o desafio de recuperação no Novo Basquete Brasil. Depois de um primeiro turno fora da zona de classificação, o returno começa com uma visita ao Corinthians.

O NBB tem 16 times se enfrentando em 30 rodadas de turno e returno. Os quatro melhores avançarão direto às quartas de final e as outras quatro vagas serão disputadas em um playoff do quinto colocado até o 12º. Os quatro últimos serão eliminados e sem rebaixamento.

O primeiro turno foi fechado antes da virada de ano. No dia 28 de dezembro, o São José visitou o Mogi das Cruzes e o adversário confirmou o favoritismo fazendo 85 a 78. O time joseense amargou a 12ª derrota em 15 partidas disputadas.

Na classificação final do primeiro turno, o São José ficou na 14ª colocação, com 3 vitórias e 12 derrotas. O Basquete Cearense, com a mesma pontuação, virou o 15º nos critérios para desempate. Ambos superaram somente o paranaense Pato, de 2 vitórias e 13 derrotas.

Apesar da fraca campanha, o São José não está longe da zona de classificação. Dividindo a 12ª colocação, Bauru e Brasília acumulam 5 vitórias e 10 derrotas. O Corinthians, adversário da vez, é o oitavo com 8 vitórias e 7 derrotas.

No returno, o São José terá nove jogos em casa e seis como visitante. Conquistando a confiança e o apoio da torcida, poderá explorar o “caldeirão” do ginásio Linneu de Moura quando receber: Bauru, São Paulo, Basquete Cearense, Unifacisa-PB, Botafogo, Flamengo, Mogi das Cruzes, Franca e Paulistano. Visitará: Corinthians, Rio Claro, Pinheiros, Brasília, Minas e Pato.

O time

Até os últimos dias de prazo para a inscrição de reforços, o São José procurou um pivô de imposição física, mas não encontrou. Alegou que os bons jogadores brasileiros já estão encaixados e os estrangeiros exigiriam um investimento financeiro acima dos limites do atual elenco.

Na partida mais recente, em Mogi, o técnico Paulo Jaú contou com 11 jogadores. Figueredo, Mariani, Leo Eltink, Rafa e Lupa entraram jogando. Duda Machado, Morillo, Sérgio Conceição, Ambrosino, Eugeniusz e Jean começaram no banco.

O Corinthias, como oitavo colocado, foi enfrentar o líder Flamengo na rodada única das quartas de final do Super 8. No Rio de Janeiro, perdeu 66 a 86 e o time carioca seguiu adiante, até a final perdida para o Franca, por 73 a 77.

Dirigido pelo técnico Bruno Savignani, o Corinthians entrou com: Ricardo Fischer, Douglas Santos, Fuller, Humberto e Teichmann. Começaram no banco: Felipe Vezaro, Wesley, Arthur Pecos, Nesbitt, Daniel Von Haydin, Tracy Robinson e Anthony Johnson.

O jogo desta noite, no ginásio Wlamir Marques, será as 20h. No primeiro turno, o Corinthians veio a São José dos Campos no dia 26 de outubro e venceu. Marcou 85 a 70 e depois de um primeiro tempo equilibrado com 40 a 38.

cm_973

Na foto (de Arthur Marega Filho/São José Basketball), um ataque joseense quando o Corinthians veio ao ginásio Linneu de Moura no jogo do primeiro turno.