Destaques da equipe taubateana de paratletismo, André Rocha e Alessandro Silva garantiram vagas no Mundial de Duba, em novembro. Eles competiram no Desafio CPB/CBAt e conquistaram os índices no Arremesso de Peso e Lançamento de Disco.

No sábado, foi realizada mais uma edição do Desafio CPB/CBAt, competição que reúne paratletas e atletas convencionais de elite do atletismo brasileiro. As disputas aconteceram na pista do Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo.

Os paratletas André Rocha e Alessandro da Silva, da equipe Esporte Para Todos, da Prefeitura de Taubaté, garantiram seus respectivos índices para a disputa do Campeonato Mundial de Paratletismo, em novembro nos Emirados Árabes Unidos.

André Rocha confirmou sua vaga em Dubai com a marca de 8,70m no Arremesso de peso, classe F53 (o índice mínimo era 8,69m). O resultado foi obtido na 6ª e última tentativa do atleta. André, que teve um ano de 2018 bem complicado por problemas físicos, comemorou bastante o feito.

“Estou muito feliz de ter confirmado minha vaga no Campeonato Mundial. Este ano tem sido de muita superação e esta foi minha primeira competição oficial após 9 meses parado, desde que passei pela minha 8ª cirurgia na coluna cervical. Só tenho a agradecer ao meu treinador Guto Nascimento, e a todos que me apoiam. Vou em busca desse título mundial novamente, agora no arremesso de peso”, disse André Rocha.

O paratleta taubateano carimba o passaporte para seu segundo Campeonato Mundial de Paratletismo. Em 2017, competindo na classe F52, ele foi Campeão Mundial no Lançamento do Disco, na edição do campeonato realizada em Londres, na Inglaterra.

Também hoje no Desafio CPB/CBAt, André Rocha competiu no Lançamento de Disco, e cravou 22,02m, estabelecendo assim a melhor marca do ano da prova na classe F53.

Índice no Disco

Quem também carimbou o passaporte para os Emirados Árabes foi Alessandro da Silva, que fez o índice para o Campeonato Mundial no Lançamento de Disco, classe F11, para deficientes visuais. Na prova, ele teve sua melhor marca em 44,75m (o índice mínimo era de 44,65m).

Alessandro também vai para seu segundo Campeonato Mundial. Em 2017, ele foi Ouro no Mundial de Londres. O paratleta também é o atual Campeão Olímpico do Lançamento de Disco na classe F11.

O paratleta também competiu no Arremesso de Peso neste sábado, onde fez a marca de 13,48m.

O Mundial de Paratletismo de 2019 será realizado de 07 a 15 de novembro, em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

cr_197

Outros resultados

Michel Gustavo competiu no Salto em Distância (classe T47) e teve como melhor marca 6,80m.

Rafael Matheus, atual Recordista Mundial do Lançamento do Club (classe F31), venceu sua prova com a marca de 28,91m.

Kaian Silva competiu no Salto em Distância (classe T38), mas queimou todas as suas tentativas.

Júlio Cesar Pereira Leite (classe F56) competiu no Lançamento do Disco, onde teve como melhor marca 25,44m. No Lançamento do Dardo, ele teve como melhor marca 24,69m.

Julyana Cristina (classe F57) competiu no Lançamento do Disco e obteve como melhor marca 24,95m. No arremesso de peso, a paratleta obteve como melhor marca 9,36m.

Jaqueline Gonçalves competiu nos 100m rasos (classe T37) e marcou 15s63. No Salto em Distância, sua melhor marca foi de 3,73m.

A equipe de Paratletismo do Programa Esporte Para Todos volta a competir de 23 a 28 de abril, no Open Grand Prix Internacional de São Paulo. Este evento será na pista do Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo.

cr_196

Nas fotos (Divulgação/CPB), Alessandro Silva e André Rocha durante a competição.