Os atletas do São José Wrestling chegaram do Campeonato Pan-Americano de Wrestling de seleções, disputado entre quinta (18) e domingo (21), em Buenos Aires (Argentina), com cinco medalhas conquistadas para o Brasil: uma de ouro, uma de prata e três de bronze.

Dez lutadores da equipe joseense de wrestling – modalidade que reúne várias categorias de lutas – integraram a Seleção Brasileira na competição. O destaque ficou com Laís Nunes, que venceu no sábado (20) a norte-americana Mallory Velte, sexta colocada no ranking mundial, e conquistou a medalha de ouro. No ano passado, a atleta já havia ficado com a prata na mesma competição.

Na quinta-feira (18), Sargis Khachatryan conquistou medalha de prata na categoria greco-romana até 55kg. Na sexta-feira (19), três lutadores do time do Vale do Paraíba ganharam medalhas de bronze: Adil Hendresson, na greco-romana até 82kg; Grabriela Rocha, no wrestling até 65kg; e Karoline Santana, até 59kg.

Também tiveram bom desempenho em suas categorias os atletas Ronisson Brandão, Hugo Viana, Vinicius Calasans, Eduard Soghomonyan e Kamila Barbosa.

O São José Wrestling é uma das modalidades de Alto Rendimento apoiadas pela Prefeitura de São José dos Campos e conta com incentivo via LIF (Lei de Incentivo Fiscal) do município.

cr_070

A equipe

Sobre a participação geral da equipe, confira o material enviado pela Confederação Brasileira de Wrestling.

A delegação brasileira conquistou no domingo (21/4) mais duas vagas para os Jogos Pan-americanos de Lima 2019 no último dia do Pan-americano de Wrestling 2019, em Buenos Aires, Argentina. Antoine Jaoude conquistou a medalha de bronze na categoria até 125kg e o amazonense Daniel Nascimento terminou em quinto lugar na categoria até 57kg do estilo livre.

Os dois atletas garantiram suas respectivas categorias de peso nos Jogos Pan-americanos de Lima 2019. A equipe nacional alcançou o número de 9 categorias classificadas para Lima: estilo greco-romano até 67kg e 77kg; wrestling feminino até 50kg, 53kg,57kg,62kg e 76kg; estilo livre até 57kg e 125kg. Os titulares da seleção deveram confirmar a vaga no Campeonato Brasileiro 2019, marcado para os dias 17 e 18 de maio no Parque Olímpico do Rio. Caso o campeão nacional não seja o titular da categoria olímpica, uma seletiva será realizada para definir o representante brasileiro nos Jogos Pan-americanos de Lima 2019.

A delegação nacional encerrou o Pan-americano com oito medalhas conquistadas: quatro no estilo greco-romano, Joilson Júnior bronze até 67kg, Kenedy Pedrosa até 72kg e Sargis Khachatryan até 55kg ficaram com a medalha de prata e Adil Hendresson com o bronze até 83kg. No wrestling feminino, Karoline Santana amealhou o bronze até 59kg; Grabriela Rocha também levou o terceiro lugar até 65kg e Lais Nunes foi medalhista de ouro até 62kg. No estilo livre, Antoine Jaoude levou a medalha de bronze até 125kg.

Último dia

Confira como foi o último dia de disputas do Pan-americano de Wrestling 2019

Categoria até 125kg – Antoine Jaoude

Antoine Jaoude estreou contra o salvadorenho José Henriquez. O brasileiro se impôs e venceu por superioridade técnica (11 a 0) avançando para semifinal. Depois de um revés contra o canadense Corei Jarvis também por superioridade técnica (11 a 0). Como o mexicano Eduardo Betanzos avançou para disputa do terceiro lugar, Antoine Jaoude tinha que vencer o equatoriano Jorge Arroyo na disputa do terceiro lugar para ficar com a vaga em Lima, sem depender de outros resultados. Aos 42 anos, Antoine se impôs, controlou o combate, passou para as costas do rival cinco vezes, além de derrubá-lo uma vez até abrir 12 a 1 e vencer por superioridade técnica.

Categoria até 57kg – Daniel Nascimento

Daniel estreou em um combate com bastante pontos diante do colombiano Oscar Urbano, vencido pelo adversário por 10 a 6. Como Urbano avançou até a final, o amazonense foi repescado e seguiu com chances de conquistar a vaga nos Jogos de Lima. Na repescagem, Daniel venceu o mexicano Roberto Blanco, que se machucou e não pôde subir ao tapete. Daniel foi para disputa do bronze contra o venezuelano Pedro Rodriguez. O brasileiro resistiu ao primeiro round, mas acabou batido por superioridade técnica (10 a 0). O quinto lugar de Daniel garantiu mais uma vaga para o Brasil nos Jogos Pan-americanos de Lima 2019.

Categoria até 65kg – Marcos Siqueira

O atleta cearense estreou contra a revelação argentina Augustin Destribats e acabou superado por 10 a 0. Como Destribats não conseguiu avançar para final, Marcos foi impedido de voltar para repescagem.

Categoria até 70kg – Hugo Viana

A divisão de peso do brasileiro foi disputada no sistema todos contra todos. Hugo fez quatro lutas. Na estreia um revés diante do peruano Mitchel Duamana (14 a 1). Na segunda rodada, Hugo se recuperou e venceu por 8 a 1 o argentino Cristian Karlikowski. No entanto, Hugo não passou pelo norte-americano Anthony Ashnault (10 a 0) e nem pelo canadense Nicholas Rowe (touche). Hugo fechou o torneio me quarto lugar.

Categoria até 74kg – Marcus Calasans

Marcus estreou contra o argentino Ivan Llano. Em uma luta franca que levantou as arquibancadas os lutadores buscaram o ataque a todo momento e no fim, o anfitrião levou a melhor por incríveis 20 a 12. Como Llano não avançou para final Marcus ficou fora das disputas por vagas nos Jogos de Lima 2019.

Categoria até 86kg – Pedro Rocha

Pedro Rocha, um dos representantes brasileiros nos Jogos Pan-americanos de Toronto em 2015, estreou contra o jamaicano Angus Arthur e acabou batido por superioridade técnica(12 a 2). Como Angus não passou das oitavas de finais, Pedro ficou impedido de voltar na repescagem e sem chances de voltar para repescagem.

cr_071

Na foto (Divulgação), Hugo Viana treinando com uma lutadora.