O Handebol Taubaté viaja sexta-feira para o seu quinto campeonato mundial. O Super Globe novamente será disputado em Doha, no Qatar. O torneio terá a duração de quatro dias e com todos os jogos no monumental Duhail Handball Sports Hall.

No final de maio, o Taubaté foi o time sede do Pan-Americano de Clubes. Na final, derrotou o argentino Villa Ballester por 26 a 18 e comemorou o quinto título da competição. Consequentemente, também ganhou o direito de ser o representante intercontinental no Mundial.

Em Doha, o Mundial será disputado por oito times e no sistema de eliminatória simples. Na terça-feira, dia 16, a rodada inicial terá: Barcelona-Espanha x Al Najma-Bahrain, às 7 horas (horário de Brasília), Montepelier-França x Hammamet-Tunísia, às 9h; Handebol Taubaté x Fuchse Berlin-Alemanha, às 11h e Al Sadd-Qatar x Sydney University, às 13h.

Vencendo, o Taubaté irá a uma das semifinais, na quarta, dias 17, contra o time que passar do jogo entre Al Sadd e Sydney. Depois, a final seria no dia 19 contra o classificado da outra chave.

Os quatro times que forem derrotados na rodada inicial continuarão no torneio. No mesmo sistema de disputa, passarão a jogar pelo quinto lugar.

Nos preparativos taubateanos, o técnico Marcus Tatá deve definir a delegação somente depois dos treinos desta quinta-feira. Sobre a estreia contra os alemães, declarou: “Vamos fazer o nosso máximo. É uma excelente equipe, mas a nossa vitória não é impossível.”

Neste ano, além do Pan-Americano, o Taubaté também já conquistou o título estadual no recente Super Paulistão. Na Liga Nacional, tem cinco vitórias e uma derrota.

cv_365

Na foto (de Renato Antunes/Maxx Sports), Alemão comemorando um gol do Taubaté diante da torcida.