Primeira do ranking brasileiro, atleta de duathlon disputará prova em São José dos Campos. Com três medalhas mundiais e título nacional, Detlei Hasse participará de mais um Duathlon do Vale.

Há 15 anos, a professora de alemão Detlei Hasse colocou na cabeça que era hora de tirar de vez o sedentarismo de sua rotina. Moradora da capital, ela buscou orientação e passou a correr três vezes por semana no campus da USP (Universidade de São Paulo). Mal sabia ela que, ali, nascia um dos maiores talentos brasileiros do Duathlon, esporte pelo qual hoje não só compete, mas é a primeira colocada no ranking nacional.

Com três medalhas em campeonatos mundiais, campeã brasileira em 2017 e seis convocações para representar o país, Detlei será a principal presença durante a 2ª etapa do Duathlon do Vale. A prova acontece no dia 25 de novembro, em São José dos Campos.

Entusiasta do esporte, ela afirma que o mais importante para quem quer começar a praticar o Duathlon é dar os primeiros passos. Começar, segundo ela, é a parte mais difícil do caminho para uma vida saudável.

“No meu caso, por exemplo, comecei caminhando. Nem conseguia correr. No começo tudo é difícil. Dói o corpo, dói a barriga, a gente fica desconfortável. Mas os segredos são a persistência e uma boa orientação. Assim a gente consegue chegar longe”, explica.

Para Detlei, provas como a que acontecerá em São José dos Campos são importantes atrativos para que as pessoas se encantem não só pelo Duathlon, mas pela prática esportiva em geral. Para ela, o clima contagiante dos eventos é o combustível para desafiar o sedentarismo.

“Eu mesma estou levando mais três pessoas para São José dos Campos. Será a primeira vez delas nas provas. O espírito é esse mesmo, mais do que competição, da gente ir se ajudando em prol do bem comum de todos”, afirma.

Gente como a gente

Apesar de já ter alcançado o patamar de atleta internacional no esporte, Detlei desmitifica a ideia de que é preciso ser uma supermulher ou um super-homem para chegar lá. De acordo com ela, trata-se de um patamar que se conquista aos poucos.

“A gente também reclama para acordar às 5h e treinar na chuva. Também temos dor, cansaço. É tudo uma questão de força de vontade para superar essas barreiras que sempre irão existir. Para evoluir no esporte é preciso que a gente valorize todos os passos e as pequenas vitórias diárias”, explica.
Além de levar a atleta para conhecer o mundo – Detlei disputou provas no Canadá, Espanha, Austrália e Dinamarca –, o esporte ainda mudou muito a forma como a atleta lida com as questões cotidianas.

“Um dos benefícios mais importantes para a minha vida foi aprender a planejar minhas questões a longo prazo. O esporte traz isso para gente. Hoje sou menos ansiosa, consigo prever algumas situações e trabalhar agora para colher os frutos mais tarde. Isso se aplica a todas as áreas do cotidiano”, diz a atleta.

É com a sabedoria de quem vive um dia de cada vez, mas sem perder o foco no futuro, que Detlei planeja alcançar o sonho de chegar aos 90 anos ainda disputando provas de duatlhon. “Lá fora não é raro a gente ver as pessoas competindo com esta idade. É a minha meta de vida”, conclui.

Duathlon do Vale e Corrida Super 5K

O Duathlon do Vale acontece no mesmo dia da Corrida Super 5K, que faz parte do Circuito Joseense de Corridas de Rua 2018. Em ambos, a largada acontece na avenida Major Miguel Naked, próxima ao estacionamento do Colinas Shopping, em São José. Na corrida, que começa às 7h, os atletas percorrem os 5 quilômetros pela Via Oeste.

Já no Duathlon do Vale, a largada acontece às 8h15. Nesta modalidade, os participantes poderão escolher entre as distâncias Sprint e Standard. Na primeira delas, é necessário percorrer 5 k de corrida, mais 20 k de bicicleta e, por último, 2,5 k de corrida novamente. Já na segunda, o desafio é maior: 10 k de corrida, outros 40 k de bicicleta, e, para fechar, mais 5 k correndo.

Organizadas pela HL Eventos Esportivos, as provas terão premiação para os vencedores em todas as categorias. Na corrida, os cinco primeiros na classificação geral (feminino e masculino) levam um troféu para casa. Já a classificação por idade premia os três primeiros de cada faixa-etária. Quem levou a premiação no geral fica fora da disputa por idades.

O mesmo acontece no Duathlon. Os cinco primeiros colocados no geral categoria Speed e MTB (distância Sprint), levam um troféu para casa. Já por idades, os três primeiros de cada categoria ficam com a premiação. Mais uma vez, quem vence no geral não disputa a premiação pela idade.

Vantagens

Além das premiações, com mais de 280 troféus, o evento ainda oferece descontos na inscrição para atletas federados, descontos para as inscrições em grupo. Quem fizer a inscrição até o fim de outubro poderá parcelar a inscrição em até 3 vezes (Duathlon), e 2 vezes (Corrida).

cv_358

Na foto (Divulgação), a campeã Detlei Hasse em um treino.