A Prefeitura de São José dos Campos retomou em ritmo acelerado a construção das obras da Arena Municipal de Esportes, na zona oeste, abandonada pela gestão anterior.

Estão sendo realizados os trabalhos de limpeza do terreno e ensaios de concreto.

As obras são executadas pela empresa Porto Belo Engenharia e Comércio e custarão R$ 41,845 milhões, com previsão de entrega em 18 meses. Esse valor representa R$ 12,5 milhões a menos que o previsto no edital.

A arena está localizada na Via Oeste, no entroncamento das ruas Campos Elíseos e Winston Churchill, no Jardim das Indústrias, região oeste da cidade.

A Secretaria de Gestão Habitacional e Obras fez uma análise da obra abandonada e será possível reaproveitar toda a estrutura existente.

Uma arena para a cidade

Com área construída de aproximadamente 10.700 metros quadrados, a Arena Municipal de Esportes terá terá capacidade para 5.000 espectadores.

No térreo, ficará a quadra poliesportiva, com camarotes de piso e vestiários para atletas, árbitros, profissionais das equipes de exame antidoping e pessoas com deficiência.

Sanitários, bebedouros e bilheterias estarão à disposição do público no mesmo pavimento. Dois elevadores, rampas e escadas darão acesso à arquibancada, no piso superior, onde vão funcionar as lanchonetes.

A quadra poliesportiva servirá às equipes mantidas e apoiadas pela Prefeitura, tanto das categorias de base do programa Atleta Cidadão como do Alto Rendimento. Alguns exemplos são os times de futsal, handebol, basquete e vôlei, esportes de quadra que atraem grande número de torcedores simpatizantes.

Também poderá comportar apresentações artísticas, competições e eventos oficiais de outras modalidades, como judô, taekwondo, luta olímpica, karatê, ginástica (artística e rítmica).

Adaptada para atender as pessoas com mobilidade reduzida, a arquibancada terá cadeiras numeradas. Ambientes elevados abrigarão instalações para a imprensa (rádio, televisão, jornal e site) e camarotes para autoridades e convidados.

Tecnologia

Para acompanhamento do evento pelos torcedores, será instalado um placar eletrônico de alta resolução. O equipamento ficará na altura do centro da quadra e terá quatro faces, com recursos em vídeo e informações sobre tempo de jogo, resultado, performance dos atletas e estatísticas online das equipes.

Um grande hall no prédio principal estará disponível para recepções, exposições, entrevistas e visitas à galeria de troféus. Futuramente, o espaço poderá ser usado para mostras virtuais, com uso da tecnologia digital.

Os ambientes internos de convivência, como camarotes e hall, serão climatizados.

cq_592

Na foto (de Claudio Vieira/PMSJC), funcionários trabalhando em uma obra que deverá ser concluída em 18 meses.