Foi com emoção que o Atlético de Madrid confirmou a liderança isolada do Campeonato Espanhol. O time do técnico argentino Diego Simeone chegou a estar perdendo para o modesto Eibar por 2 a 0, neste domingo, mas virou para 3 a 2, no estádio Wanda Metropolitano, em Madri, e manteve os 100% de aproveitamento em um campeonato que tem um início surpreendente, com tropeços dos favoritos Real Madrid e Barcelona.

Também neste domingo, o Real Madrid repetiu o placar que o maior rival fizera no sábado, ao empatar por 2 a 2 contra o Osasuna em Pamplona, só que contra o Villareeal, no estádio La Cerâmica, em Villarreal.

Seu rival na capital, o Atlético, teve de suar para dobrar o Eibar e chegar aos nove pontos em três jogos, em primeiro, deixando o adversário com apenas um, em 18.º. Os visitantes saíram na frente logo aos sete minutos do primeiro tempo com o brasileiro Charles Dias. Aos 19, Arbilla deixou a situação ainda mais complicada para o time da casa ao ampliar para 2 a 0.

A reação rápida, no entanto, acabou por salvar o time madrilenho. E começou com o recém-contratado João Félix. Foi o jovem português quem diminuiu, aos 27 minutos, e deu o gás necessário à equipe da capital espanhola na etapa complementar. Com grande atuação no jogo, o lateral-esquerdo brasileiro Renan Lodi foi o autor da assistência para o empate, sacramentado por Vitolo, aos 7 da etapa final.

Só que os três pontos só seriam confirmados no "apagar das luzes", após dois gols anulados pelo VAR (árbitro de vídeo), aos 45 minutos com Thomas Partney. O ganês entrara justamente no lugar de João Félix, cuja saída provocara a ira da torcida contra Diego Simeone. Não por acaso, o argentino era um dos mais entusiasmados depois do gol da vitória.

TROPEÇO - Tal animação não é compartilhada neste início de campeonato com a torcida do Real Madrid. O empate por 2 a 2 contra o Villarreal, fora de casa, é o segundo em sequência da equipe treinada pelo francês Zinedine Zidane - já havia ficado no 1 a 1 contra o Valladolid na rodada anterior -, o que faz com que termine a rodada com cinco pontos, na quinta colocação. O Villarreal, que ainda não venceu, está em 16.º, com dois.

E o resultado poderia ter sido ainda pior para o time da capital, se não fosse pela intervenção do atacante galês Gareth Bale, autor de dois gols no confronto. Moreno e Quintilla marcaram para a equipe da casa. Bale ainda conseguiu ser expulso no final da partida. Poucos minutos após marcar o gol do empate, aos 40, o atacante tomou dois cartões amarelos em sequência, nos acréscimos, e foi excluído do duelo.

O brasileiro Vinícius Júnior, que saiu do banco de reservas apenas aos 27 minutos do segundo tempo, no lugar de Lucas Vásquez, teve novamente uma atuação discreta. Já o zagueiro Éder Militão ficou como opção entre os suplentes, mas outra vez não foi utilizado por Zidane.

No complemento da rodada, o Valencia conquistou a sua primeira vitória no Campeonato Espanhol ao passar pelo Mallorca. Jogando em seu campo, o estádio Mestalla, venceu pelo placar de 2 a 0, com ambos os gols anotados por Dani Parejo.

Em Barcelona, o Espanyol foi surpreendido pelo Granada e acabou sofrendo uma elástica derrota por 3 a 0. Puertas, Fernández e Azeez construíram o resultado positivo para os visitantes.