Uma mulher de 29 anos foi baleada por um detento beneficiado pela saída temporária de Páscoa, no bairro Jardim Esperança, em Guaratinguetá. O homem tem 33 anos e é cunhado da vítima.

Esta notícia motivou a volta da discussão sobre a saída temporária dos presos. O Meon quer saber a sua opinião sobre o tema.

Enquete
Você concorda com a liberação de presos para a saída temporária?
Sim
Não
Só em algumas datas
ver resultado parcial
  • 49%
    Sim
  • 49%
    Não
  • 2%
    Só em algumas datas

Voto realizado com sucesso!


Voltar

Com exceção dos presos do regime fechado, a Lei de Execução prevê saída temporária para visitar a família, que pode ser concedida cinco vezes ao ano. Cada saída poderá durar até sete dias corridos.

Em São Paulo, as saídas são regulamentadas pelo Juiz Corregedor e concedidas nas seguintes datas: Natal/Ano Novo, Páscoa, Dia das Mães, Dia dos Pais e Finados.