Cachoeira de Santo Isidro

A cachoeira fica situada dentro do Parque Nacional Serra da Bocaina, e a 1,5 km da entrada principal do Parque (45 minutos de caminhada). É a cachoeira mais próxima da sede na região serrana. Após cruzar o primeiro rio, caminha-se mais 10 minutos até chegar a uma entrada à esquerda, que leva até a cachoeira. A queda tem cerca de 70 metros e possui um poço para banho.

cachoeira_de_santo_isidro

Cachoeira de Santo Isidro

Arquivo

 

Cachoeira das Posses

A Cachoeira das Posses também fica no Parque, e a aproximadamente 8 km de distância da portaria principal, percorridos em 3 horas e meia de caminhada por uma estrada não pavimentada a partir da qual se acessa uma trilha de cerca de 200m até a cachoeira. É um ótimo local para banho. Possui uma queda de aproximadamente 40 metros de altura.

cachoeira_das_posses

Cachoeira das Posses

Colaboração

 

Cachoeira dos Veados

A Cachoeira dos Veados fica a 20 km da portaria principal do Parque e é a mais famosa sendo parada obrigatória para visitantes que fazem a Trilha do Ouro. Consiste em duas quedas de mais de 100 metros e fica a dois dias de caminhada, pela Trilha do Ouro, num dos locais mais preservados do Parque. A trilha do Ouro, ou travessia de Mambucaba, tem 48 km de extensão e foi construída por escravos no século 17.

cachoeira_dos_veados

Cachoeira dos Veados

Reprodução/Guia Vale do Paraíba

 

Igreja de São José

São José do Barreiro nasceu e se desenvolveu ao redor de sua primeira Capela, erigida em louvor e glória de São José. A finalização e inauguração só se deram em 1881. Ao longo da história da Matriz, muitos “homens de Deus” nela exerceram o sacerdócio, entre eles, o inesquecível “Seu Vigário”, Benedito Gomes França, que exerceu seu sacerdócio em São José do Barreiro por 63 anos. A Igreja Matriz guarda muitas histórias que estão guardadas na memória do povo barreirense: das missas celebradas em latim, com o padre virado para o altar e de costas para os fiéis; do homem que furtou a lágrima de brilhante do rosto de Nossa Senhora e teve sua mão seca dias depois; dos batizados e casamentos; das celebrações de Natal, de Ano Novo, de Páscoa e de Corpus Christi; das festas e procissões e outras festas e histórias populares.

Endereço: Praça Cel. Cunha Lara, 8, Centro

igreja_de_sao_jose

Igreja Matriz de São José

Nome do fotógrafo

 

Pico do Tira Chapéu

O Pico do Tira Chapéu é o ponto culminante da Serra da Bocaina, com 2088 metros de altitude, e está entre os 10 pontos mais altos do Estado de São Paulo. Fica situado dentro do Parque Nacional da Serra da Bocaina. O visual do cume é de 360°, de onde se avista parte do Vale do Rio Paraíba de São Paulo, e toda faixa da Serra da Mantiqueira que se estende entre o Pico do Marins e Itaguaré, Serra Fina e Planalto de Itatiaia. Em dias de boa visibilidade, enxerga-se também parte das baias de Ilha Grande e Parati, no litoral sul fluminense. O nascer e o pôr-do-sol vistos do Pico encantam turistas de toda a região que buscam essa natureza espetacular.

tira_chapeu_4

Pico do Tira Chapéu

Arquivo