bosque_municipal_cruzeiro

Lago do Bosque Municipal

Divulgação/Prefeitura de Cruzeiro

Bosque Municipal 

O Bosque Municipal de Cruzeiro fica no centro do município. O atrativo possui área de 4,5 alqueires de espécies nativas da Mata Atlântica, no centro da cidade. A área foi desapropriada pela Prefeitura Municipal no início da década de 70 e transformada em bosque. No local, há equipamentos de lazer como parque infantil, lago, pedalinhos e área de alimentação. O acesso ao bosque é feito pelas rodovias SP-58 e SP-52.

Horário de Funcionamento: Terça a domingo das 8h às 17h30

Endereço: Rua Pedro Ribeiro da Silva, 200, Vila Paulo Romeu

Para mais informações: (12) 3145-5293

Cachoeira das Três Quedas

A Cachoeira das Três Quedas fica a 25 km do centro do município. A área onde está localizada a cachoeira é de propriedade da Prefeitura Municipal de Cruzeiro. A cachoeira é formada por três quedas, que possuem de 10 a 20 metros cada e, por isso, recebe esse nome. Suas águas caem ao lado da linha férrea, e passam debaixo da mesma. O acesso ao atrativo é feito, partindo da região central do município, pela rodovia SP-52, até o Km 25, seguindo-se por trilha até o Grande Túnel e, a partir daí, por outra trilha paralela a linha férrea, o trajeto dura aproximadamente 40 minutos. A rodovia de acesso é pavimentada e sinalizada.

grutas_cruzeiro

Grutas do Reino Encantado

Divugação/Prefeitura de Cruzeiro

Grutas do Reino Encantado 

As Grutas do Reino Encantado localizam-se no bairro da Água Limpa, a cerca de vinte minutos do centro de Cruzeiro. As grutas foram formadas pelas corredeiras do Ribeirão da Água Limpa, que abriram fendas, passagens subterrâneas e cavernas nas rochas, proporcionando um espetáculo de rara beleza.

Focinho do Cão 

O Pico do Focinho do Cão localiza-se a cerca de 15 km do centro do município. O pico possui altitude de aproximadamente 1.200 metros. Sua forma assemelha-se a um grande focinho de cachorro, e por isso recebe esse nome. O local é apropriado para a prática de voo livre.

pico_do_itaguare

Pico do Itaguaré

Wilder Gomes

Pico do Itaguaré 

O Pico do Itaguaré possui mais de dois mil metros de altitude e é o quarto mais alto do Estado de São Paulo. Por sua semelhança com um rosto humano, o maciço rochoso foi apelidado de “Gigante Adormecido”. Por sua localização, o Pico do Itaguaré foi, também, um dos pontos estratégicos da Revolução de 1932. Existe uma travessia do Pico do Itaguaré ao Pico dos Marins (Piquete-SP), ela é considerada uma das mais difíceis e interessantes da região sudeste do Brasil. Devido ao seu grau de dificuldade, exige um bom condicionamento físico, planejamento e vasta experiência em escaladas para quem deseja realizá-la. O ideal é o acompanhamento de um guia especializado. De seu cume é possível avistar as cidades de Cruzeiro, Cachoeira Paulista, Canas, Lorena, Guaratinguetá, Aparecida e Roseira no estado de São Paulo além de Marmelópolis e Passa Quatro no estado de Minas Gerais.

Toca das Andorinhas 

A Toca das Andorinhas é uma cachoeira de rara beleza e tem seu nome diretamente ligado às aves que habitam a região. Localiza-se na Serra da Mantiqueira, entre os Picos do Itaguaré e dos Marins, na divisa dos municípios de Cruzeiro e Piquete. A área onde se localiza a cachoeira é de propriedade particular.